UX Design, 20 de Abril de 2017

Erros comuns em apps e que prejudicam a experiência do usuário

mesa-admin

Mesa Mobile Thinking

O mercado de aplicativos mobile tem crescido em larga escala nos últimos anos. Hoje em dia, é mais provável que uma pessoa tenha um celular de alta performance do que um computador ou notebook em casa. Por isso, tantas empresas investem no desenvolvimento de apps para seus clientes. Porém, é sempre importante lembrar de considerar a experiência do usuário durante o desenvolvimento.

Uma definição simples para esse conceito seria a qualidade da utilização de um aplicativo. Isso envolve diversos fatores, como a facilidade de utilizar o app, utilidade geral das ferramentas e melhor orientação das informações. Porém, sem um especialista para trabalhar o design do aplicativo, é provável que você cometa alguns erros. Nem todos são fatais, mas alguns são bem comprometedores.

Veja aqui os principais erros que prejudicam a experiência do usuário. Acompanhe:

1. Poluição visual

O cérebro humano só consegue processar uma quantidade limitada de estímulos de cada vez. Por isso, os visuais mais limpos e organizados têm-se tornado a norma no design de softwares e materiais de leitura. Vale mais fornecer apenas as informações principais com qualidade do que entregar tudo de uma vez em um formato pouco aproveitável.

Dependendo do tipo de finalidade do aplicativo, você pode melhorar a experiência do usuário ao deixar que ele personalize o layout. Alguns ícones principais devem sempre estar na tela, mas outros podem ser flexibilizados para que as informações necessárias estejam sempre no lugar mais adequado.

2. Fluxo de acesso confuso

Não basta classificar certas informações / funções como “prioritárias” e outras como “não-prioritárias”. Você precisa criar uma hierarquia que ligue uma informação a outra. É o caso da árvore de menus e subpastas que você encontra nos computadores. Isso facilita muito a navegação e utilização, especialmente se a lógica utilizada for bem intuitiva.

A falta de organização desses dados prejudica bastante a experiência do usuário. Ter que passar horas procurando um arquivo que foi mal nomeado ou cuja localização não parece fazer sentido causa apenas estresse e reduz as chances de que seu app seja utilizado.

3. Má otimização das funções

Esse é um ponto sensível no desenvolvimento de praticamente todos os softwares utilizados por leigos. Diferentes aparelhos mobile possuem diversas especificações técnicas, sendo necessário considerar tais variações a fim de que o app funcione bem para qualquer pessoa. Essa é uma tarefa um pouco difícil e exige um desenvolvedor mais experiente em alguns casos, mas é fundamental para a melhor experiência do usuário.

4. Falta de feedback

Quando um usuário não sabe se o seu comando está sendo processado, é provável que ele continue tocando o ícone, o que deixa o aplicativo mais lento. Ou, então, ele acredita que o aplicativo parou de funcionar e o fecha. Nessas situações, qualquer sinal de que o aplicativo respondeu, como um ícone de carregamento ou um som, já é o suficiente para resolver o problema.

Agora que você sabe quais erros evitar na hora de desenvolver a melhor experiência do usuário, é hora de começar a planejar o desenvolvimento do seu próprio app. Quer contar com a ajuda de especialistas nessa tarefa? Então entre em contato com a MESA e tire todas as suas dúvidas.

mesa-admin

Mesa Mobile Thinking

Comentários

Categorias

Arquivo

Instagram

Siga-nos!

Facebook

Veja Também
VISITE NOSSO SITE

Mesa - Copyright ® 2015